ARTIGOS APROVADOS

Confira aqui a lista de trabalhos aceitos para participar do III Congresso TeleVisões:

PÓS-GRADUAÇÃO

  1. DOS CONTOS ÀS FICÇÕES SERIADAS: AS NARRATIVAS AUDIOVISUAIS DA TELENOVELA – Talison VARDIEIRO e Breno MOTTA
  1. TELEVISÃO PARA ALÉM DOS RATINGS: POR UMA ANÁLISE CRÍTICA DO DIRECIONAMENTO DE ATENÇÃO – Cinthya Pires OLIVEIRA
  1. A TV NO BRASIL SOB ÓTICA CULTURAL: A CRIAÇÃO DA DINÂMICA TELEVISIVA E O TELESPECTADOR NOS ANOS 1960 – Talita Souza MAGNOLO
  1. TELEVISÃO E IMAGINAÇÃO HISTÓRICA: A COMPILAÇÃO DE ARQUIVOS NOS 50 ANOS DO JORNAL NACIONAL – Gabriel MALINOWSKI
  1. OS CAMINHOS DA TELEVISÃO PELO INTERIOR DE MINAS GERAIS: GLOBO E AFILIADAS – Fernanda Lília de ALMEIDA e Christina Ferraz MUSSE
  1. 70 ANOS EM UMA: O SEPTUAGENÁRIO DA TELEVISÃO BRASILEIRA PELO OLHAR HEGEMÔNICO DA GLOBO – Rafael SOUZA
  1. VAR E SOCIEDADE DO ESPETÁCULO: O ÁRBITRO DE VÍDEO COMO UMA NOVA CAMADA DE IMAGEM NO CONSUMO DE FUTEBOL – Dario da Silva LEITE 
  1. REFLEXÕES SOBRE A REGIONALIDADE COMO INDICADOR DE QUALIDADE TELEJORNALÍSTICA – Bernadeth VASCONCELOS
  1. TELEJORNALISMO, DIREITOS HUMANOS E SEGURANÇA PÚBLICA”: A OPERAÇÃO POLICIAL NO JACAREZINHO NARRADA PELO JORNAL NACIONAL – Jemima BISPO
  1. CAMINHOS PARA UM CAMPO DE ESTUDOS TELEVISIVOS NO BRASIL: ANÁLISE DE PUBLICAÇÕES EM CONGRESSOS NACIONAIS – Larissa Nascimento Lopes de OLIVEIRA, Leony Oliveira de LIMA e Gabriela BORGES
  1. MILÍCIA OU TRÁFICO DE DROGAS?” UMA ANÁLISE DISCURSIVA DO RJ1 ACERCA DA COBERTURA DE VIOLÊNCIA NO RIO DE JANEIRO – Laís CAVALCANTE
  1. TV E MÍDIAS DIGITAIS EM CONVERGÊNCIA: A ABORDAGEM DOS ATAQUES CONTRA A IMPRENSA NA INTERNET E NOS TELEJORNAIS – Gabriel LANDIM
  1. PANDEMIA E DESINFORMAÇÃO: A REDESCOBERTA DO JORNALISMO COMO INSTÂNCIA DE CERTIFICAÇÃO – Veruska Yasmim PAIÃO ROCHA e Gabriel BHERING
  1. EDUCAÇÃO SEM PAUTA NA RETROSPECTIVA 2021: ENSINO E APRENDIZAGEM SÃO MESMO IMPORTANTES? – Simone Teixeira MARTINS
  1. NOTAS TEÓRICAS SOBRE AS PRÁTICAS PSI NO TALK SHOW POPULAR CASOS DE FAMÍLIA – Rafael Barbosa Fialho MARTINS
  1. A FICCIONALIZAÇÃO DA REALIDADE NA NARRATIVA DE KAROL CONKÁ: A MAIOR VILÃ DA HISTÓRIA DO BIG BROTHER BRASIL – Ana Carolina MAOSKI, Gabrielle Camille Alves FERREIRA e Felipe da COSTA
  1. PARA ALÉM DOS GÊNEROS TELEVISIVOS: A SHIPPAGEM COMO UMA INSTÂNCIA DA RECEPÇÃO – Enoe Lopes PONTES
  1. PERTENCIMENTO SOBRENATURAL: O PAPEL DA NARRATIVA NO SUCESSO DE ENGAJAMENTO E FIDELIDADE DA SÉRIE SUPERNATURAL – Paula WEISS DE SOUZA
  1. ALTERIDADE TEMPORAL SOB O FLUXO CONECTIVO: ANAMNESE APLICADA AO ECOSSISTEMA DE STRANGER THINGS – Matheus BERTOLINI e Soraya FERREIRA
  1. DESAFIOS DA PLATAFORMIZAÇÃO DA FICÇÃO SERIADA TELEVISIVA NO BRASIL – João MASSAROLO e Dario MESQUITA
  1. MEU AMADO ANTI-HERÓI, OU POR QUE AMAMOS ODIAR (OU DETESTAMOS AMAR) ESSAS FIGURAS DETESTÁVEIS – José SOARES DE MAGALHÃES FILHO 
  1. ESTUDO DE SÉRIES DO STREAMING LATINO-AMERICANAS: UMA METODOLOGIA POSSÍVEL – Livia Maia Caldeira ARANTES 
  1. TUDO BEM SER COMPLEXO: UMA ANÁLISE DA COMPLEXIDADE NARRATIVA NO K-DRAMA IT’S OKAY TO NOT BE OKAY – Júlia GARCIA e HSU Ya Ya 
  1. UM NOBEL PARA O FRACASSO: REPRESENTAÇÕES DO LOSER EM THE BIG BANG THEORY – Alexis PARROT
  1. A AUSÊNCIA DE PLURALIDADE NAS SALAS DE ROTEIRO DE FICÇÃO SERIADA BRASILEIRA – Victor Hugo LIPORAGE
  1. MAIS TEMPO, MAIS-VALOR: AS MARATONAS DE SÉRIES ATRAVÉS DA ECONOMIA POLÍTICA CRÍTICA E DA ECONOMIA DA ATENÇÃO – Mariana Campos CARVALHO e Maxswell Silvério de SOUSA
  1. MÃE/MULHER: MATERNIDADE/MATERNAGEM EM AMOR DE MÃE – Marlúcia Mendes da ROCHA e Reinaldo Santos CORREIA NETO
  1. FOCO E ESCUTA LATINOS: DESTAQUE PARA UM PROTAGONISTA DE SÉRIE TELEVISIVA COLOMBIANAAdriano Medeiros da ROCHA e Daniel Borges Correa da SILVA
  1. Representação negras em telenovelas da Rede Globo: análise do período 2010 a 2020 – Victor Adriano RAMOS
  1. ENTRE ATABAQUES E APITOS: SAMBA E MARACATU SOB A ÓTICA DO GLOBO RURAL – Rafael dos Santos MOREIRA e Luiz Ribeiro FONSECA
  1. HISTÓRIA E FAVELA EM TELA: UMA ANÁLISE DA CONSTRUÇÃO DO MORRO DA PROVIDÊNCIA NA NOVELA LADO A LADO – Cinthia MARTINS
  1. “PREPARA, PODEROSA!” – REPRESENTATIVIDADES NO DESENHO ANIMADO CLUBE DA ANITTINHA – Jackeline DA COSTA
  1. OLHA, QUE COISA MAIS LINDA!: UMA ANÁLISE INTERSECCIONAL DE DUAS PROTAGONISTAS DA PRODUÇÃO ORIGINAL NETFLIX – Claudinei LOPES JUNIOR 
  1. CONTE HISTÓRIAS COMO UMA GAROTA: A DRAMATURGIA DO TELEJORNALISMO A PARTIR DE UMA PERSPECTIVA DE GÊNERO – Bárbara Garrido de Paiva SCHLAUCHER
  1. RECONSTRUIR FORMAS DE REPRESENTAÇÃO: INSERÇÕES DA MULHER SAPATÃO NO PROGRAMA “AMOR & SEXO” – Breno MOTTA e Iluska COUTINHO
  1. SURTIU EFEITO? A REPRESENTAÇÃO DE MULHERES NEGRAS NAS MINISSÉRIES BRASILEIRAS ANTES E DEPOIS DA CRIAÇÃO DO ESTATUTO DA IGUALDADE RACIAL – Ana Luísa PEREIRA e Regiane RIBEIRO
  1. O FUNK CARIOCA COMO PRODUTO CULTURAL CRIMINALIZADO PELA MÍDIA TELEVISIVA – Beatriz COSTA
  1. A TELEVISÃO PÚBLICA, O FIM DO MUNDO E O BRASIL DESCENDO A LADEIRA: CONEXÕES COM A PERIFERIA, A ARTE E A CULTURA – Rosália FIGUEIRÊDO
  1. AFROFUTURISMO E MODA: IDENTIDADE E GERAÇÃO TOMBAMENTO NOS VÍDEOS DE MAGÁ MOURA SOBRE O FESTIVALAFROPUNK – Cristiane CAMPOS e Maria Beatriz BARROS
  1. O SOFT POWER E NATION BRANDING DO JAPÃO ATRAVÉS DA INDÚSTRIA AUDIOVISUAL – Aline MENDES
  1. “AUDIOVISUALIDADES EM TELAS: TRANSFORMAÇÕES, CONFLITOS E POTENCIALIDADES” Gustavo PEREIRA e Iluska COUTINHO
  1. TV SOCIAL NO INSTAGRAM:UMA ANÁLISE DO THE MASKED SINGER BRASIL – Fabricia GUEDES e Francisco das Chagas SALES JÚNIOR
  1. VTUBERS, CULTURA PARTICIPATIVA E ENGAJAMENTO TRANSMÍDIA: HOLOLIVE E HOLO NO GRAFFITI – Paula GONÇALVES, Júlio Cesar Valente FERREIRA e Rafael Dirques David REGIS
  1. CULTURA SURDA NO MAINSTREAM: INCLUSÃO EM MEIOS AUDIOVISUAIS CONVERGENTES – Amanda AZEVEDO
  1. O FIM É CRUEL: UM ESTUDO DE CASO SOBRE A MUDANÇA DE ACESSO DA PLATAFORMA TELECINE – Cheila PACETTI
  1. APONTAMENTOS PARA A DISCUSSÃO SOBRE O PADRÃO GLOBO DE QUALIDADE NO GLOBOPLAY – Eutália RAMOS e Gabriela BORGES
  1. YOUTUBE LIVE DIGITAL E TELEVISIVO?: AS CARACTERÍSTICAS DAS TRANSMISSÕES ONLINE AO VIVO – Cristiane TURNES MONTEZANO, Carlos Pernisa JÚNIOR e Iluska COUTINHO
  1. UM MAPA ESCURO E O OFÍCIO DO CARTÓGRAFO: UMA PROPOSTA METODOLÓGICA PARA PESQUISAR FENÔMENOS DA SOCIAL TV – Eloy Santos VIEIRA 
  1. EMPREENDEDORISMO NO YOUTUBE: ESTUDO SOBRE O ENSINO DE ESTRATÉGIAS E TÉCNICAS EM TORNO DA PROFISSÃO DO YOUTUBER – Lucas PRIORI
  1. PODCASTS MASCULINISTAS NO YOUTUBE: A CULTURA TERAPÊUTICA NO CONTEXTO DAS GUERRAS CULTURAIS – Vinícius MACHADO MIGUEL
  1. A RECONFIGURAÇÃO DO FLUXO AUDIOVISUAL EM MEIO A DIN MICA COMUNICACIONAL DIGITAL –  Aline PINNA e Matheus BERTOLINI 
  1. O “CANCELAMENTO” ÁCIDO DO “NÃO INVIABILIZE” – ANÁLISE A PARTIR DA INTERSECCIONALIDADE E GUERRAS CULTURAIS – Bruno BARROS DE SOUZA e Fernanda CARRERA

GRADUAÇÃO

  1. REBOOTS EM STREAMINGS E AS MUDANÇAS DE CONSUMO DA TV: UMA ANÁLISE DE SEX AND THE CITY & AND JUST LIKE THAT – Laís MACIEL e Natália AYROSA
  1. AVATAR A LENDA DE AANG E A DINÂMICA RACIAL NO BRASIL – Telma YAMABE
  1. “THE CATEGORY IS”: A REPRESENTATIVIDADE QUEER NO CAMPO MIDIÁTICO ATRAVÉS DA SÉRIE POSE – Larissa PACHECO DE CARVALHO 
  1. YOUTUBE E OS NOVOS CIRCUITOS DA PRODUÇÃO AUDIOVISUAL INFANTO-JUVENIL – Júlia SANTANA e Ariane HOLZBACH